Escândalo na OAB: diretor-tesoureiro Stheven Razuk é flagrado negociando votos

30/04/2016 21h04 - Atualizado em 30/04/2016 21h04

Escândalo na OAB: diretor-tesoureiro Stheven Razuk é flagrado negociando votos

Fabiano Inove
 

Após o Conselheiro Federal da OAB-MS Ary Raghiant entregar em conversas por WhatsApp toda a farsa orquestrada pela diretoria da OAB-MS, comandada por Mansour Karmouche e Gervásio de Oliveira para favorecer exclusivamente o candidato Alexandre Bastos para vaga de desembargador do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) pelo Quinto Constitucional, agora é a vez do diretor-tesoureiro da OAB, Stheven Razuk ser flagrado negociando votos com o conselheiro estadual e advogado Horêncio Serrou Camy Filho, especialista em direito do consumidor em plena sessão que indicaria os 6 nomes que concorreria ao cargo de desembargador.

Acompanhe:

A Polícia Federal (PF) pode abrir inquérito para apurar fraude à vaga de desembargador do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) pelo Quinto Constitucional. Em conversas no WhatsApp, o Conselheiro Federal da OAB-MS Ary Raghiant entrega farsa e já dava como certa a vitória do candidato preferido da diretoria da OAB-MS, o advogado Alexandre Bastos e a derrota de Fábio Trad, antes mesmo do início da votação.

Acompanhe na íntegra: Conselheiro entrega “farsa” em eleição da OAB/MS para vaga de desembargador

Já por outro lado, o ex-presidente da OAB Marcelo Barbosa Martins rasgou o verbo e fez a seguinte denúncia: “Isso aqui é um prostíbulo”. “Eleição de lista da OAB para desembargador foi conchavo”.

Acompanhe na íntegra

Envie seu Comentário