04/09/2018 10h47 - Atualizado em 04/09/2018 10h47

STF enquadra MARUN por Corrupção e Associação Criminosa

Fabiano Portilho
 
 

O Supremo Tribunal Federal determinou a abertura de inquérito contra o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo. A Polícia Federal vai apurar o seu envolvimento com corrupção e associação criminosa na liberação de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.

Sobre Marun, a PF (Polícia Federal), em um dos relatórios, aponta que integrantes do Ministério do Trabalho faziam "manifestações fraudulentas", em desrespeito à legislação, para atender a pedidos de Marun, em favor de entidades sindicais do Estado.

A decisão atende a um pedido da procuradoria-geral da República, Raquel Dodge, em processo apresentado ao STF junto com a denúncia por organização criminosa contra 26 investigados na Registro Espúrio. Dentre eles, o ex-ministro do Trabalho Helton Yomura, o ex-deputado Roberto Jefferson e Jovair Arantes, Nelson Marquezelli, Paulinho da Força e Cristiane Brasil.

Envie seu Comentário