16/05/2017 07h57 - Atualizado em 16/05/2017 07h57

Ação da PF mira corrupção no Ministério da Agricultura

Da Redação
 

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Lucas, para desarticular um esquema de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura e empresas do setor agropecuário fiscalizadas pela pasta. Os agentes cumprem 62 mandados judiciais em cinco estados: Tocantins, Pará, Maranhão, São Paulo e Pernambuco. São 10 mandados de prisão temporária, 16 de condução coercitiva e 36 de busca e apreensão.

A investigação teve início a partir da denúncia de que frigoríficos e empresas de laticínios fiscalizadas pelo Ministério da Agricultura teriam sido favorecidos em processos administrativos.

"A PF apurou, por meio de quebras de sigilos fiscal e bancário, que a chefe de Fiscalização do MAPA (Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento), à época dos fatos, recebia de empresas fiscalizados valores mensais para custear despesas familiares", disse a Polícia Federal em nota.

De acordo com a PF, o esquema criminoso movimentou cerca de 3 milhões de reais entre os anos de 2010 a 2016.

A Justiça também determinou o bloqueio de contas bancárias e indisponibilidade de bens móveis e imóveis nos valores de 2,2 milhões de reais, acrescentou a Polícia Federal.

(Com agência Reuters)

Envie seu Comentário