Deputado federal eleito e presidente do PDT, Dagoberto Nogueira afirmou neste sábado (13) que ‘pessoas em torno do Odilon estão criando problemas e dificuldades’, após o candidato anunciar o afastamento de João Leite Schimidt da coordenação do partido. O afastamento de Schimidt aconteceu dias após o anúncio da aliança com o MDB.

"Acontece que o Juiz acredita que para coordenar a campanha tem que ficar andando ao lado dele o tempo todo. E para coordenar campanha não precisa disso", afirmou, admitindo que pessoas ligadas ao juiz estariam influenciando na decisão dele de definir os próximos passos da campanha neste segundo turno.

O deputado acrescentou que uma reunião será realizada na segunda-feira para definir a questão, negando suposições de que a crise dentro da sigla abriria espaço para que ele apoiasse o candidato tucano Reinaldo Azambuja (PSDB).

"Não existe isso de apoiar o Reinaldo. Nós vamos resolver as coisas na reunião da segunda-feira. Vamos ajustar o que cabe a cada um fazer, incluindo o papel do MDB", ponderou.

Com apoio, a equipe de campanha do candidato Junior Mochi deverá reforçar o segundo turno. "Vão nos apoiar, ajudando na coordenação da campanha. Mas ainda não tem um papel definido. Tudo será discutido durante esta semana", finalizou